quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Três olhares sobre o contemporâneo

O blog do "Prosa & Verso" publicou  uma entrevista com Paloma Vidal, Carola Saavedra e Michel Laub, autores presentes na Bienal do Rio. Leia aqui a entrevista completa.

A presença de Carola Saavedra, Michel Laub e Paloma Vidal na programação da Bienal sinaliza que o evento, geralmente mais associado a best-sellers e ao público infantojuvenil, receberá este ano parte dos debates correntes sobre a literatura brasileira contemporânea. Nascidos na primeira metade da década de 1970 (os dois primeiros em 1973, a última em 1975) e publicando regularmente ao longo da última década, com boa recepção crítica, os três autores responderam, por e-mail, a perguntas sobre alguns dos temas que têm pautado esses debates, como o posicionamento da crítica em relação à produção atual, os possíveis pontos de contato entre o trabalho dos autores contemporâneos (e a eventual impossibilidade — ou inutilidade — de procurá-los) e o lugar do escritor num país de poucos leitores. Autora de “Paisagem com dromedário” (Companhia das Letras) e outros três livros, a chilena radicada no Brasil Carola Saavedra dividirá a mesa do Café Literário neste domingo, às 14h, com o gaúcho Michel Laub, autor de cinco romances, entre eles o recém-lançado “Diário da queda” (Companhia das Letras). Já Paloma Vidal, que nasceu em Buenos Aires mas vive no Brasil desde a infância, e fez desse trânsito entre culturas tema tanto de seus livros de ficção, como “Algum lugar”(7 Letras), quanto de seu trabalho acadêmico, estará no Café no próximo sábado, dia 10, também às 14h.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

satara