quarta-feira, 30 de março de 2011

Lançamento de "Latitudes", de Ana Albrecht





Em Latitudes, retratos e recordações saltam de gavetas perfumadas para o papel, reconstituindo a história dessa ciranda a dois. Ele, Ela, o casal: diferentes olhares se intercalam como os planos de uma narrativa cinematográfica, conduzindo o leitor através de imagens e cenários ao coração de um romance. Delicada e precisa, a escrita de Ana Albrecht intercala coordenadas temporais, geográficas e emocionais numa narrativa que desvela a solidão íntima e a verdadeira partilha do amor.

Leia um trecho de Latitudes, de Ana Albrecht:

Desordem

"Ela senta na escrivaninha diante da janela. A cortina branca de renda balança suavemente com a brisa. Os livros formam uma pilha, os papéis meio desordenados, o lápis preto, a caneta bic, a agenda marcada no dia errado.
Ela não sabe o que faz com a campainha estridente do telefone, com o clique do outro lado da linha quando diz alô, com a voz rouca que fica gravada na secretária eletrônica. Ela não sabe o que faz com a camisola com desenhos cor de laranja e uma frase escrita em inglês. Ela não sabe o que diz quando sai com aquelas pessoas, as palavras grudam em sua garganta.
Ela olha mil vezes antes de escolher uma blusa, suas roupas estão fora de moda.

Ela ouve mil vezes as mesmas mentiras, não sabe o que é verdade e o que não é. Ela olha para o quadro em cima do sofá, ele está desbotado.
Ela passa um lápis preto nos olhos e um batom vermelho na boca, mas seu sorriso desapareceu.
Por baixo da porta da rua é colocado mais um extrato do cartão de crédito e ela olha a fileira de números de alta cifra que correspondem ao uso de um cartão de chamadas internacionais. Ela não sabe onde guardá-lo."

Um comentário:

  1. Que beleza! Oxalá que chegue por aqui onde eu possa adquirir e prosseguir a leitura fascinante.Minhas congratulações A Equipe da Editora7letras e a Ana Albrech por juntos mudar o mundo, porque creio que o ler abre portas e leva o ser humano a seguir por caminhos nunca antes imaginados.
    Ronilda David

    ResponderExcluir

 

satara