segunda-feira, 7 de junho de 2010

Lançamento de "O clube como vontade e representação", de Bernardo Borges Buarque de Hollanda



Amanhã, dia 8 de junho, Bernardo Borges Buarque de Hollanda lançará O clube como vontade e representação, na Livraria Blooks, a partir das 19h.


Leia abaixo um trecho do livro:



“O ano de 1968 também foi marcado por agitações e revoltas nas arquibancadas do Maracanã. Em um período de crise no desempenho de equipes como Flamengo e Fluminense, grupos juvenis de aficionados torcedores enfrentam dirigentes de grandes clubes cariocas, por meio de protestos, manifestações e até passeatas fora do Estádio Mário Filho. Sob inspiração do slogan internacional Poder Jovem, estes recém-formados agrupamentos adotam de igual modo uma postura crítica face ao tradicional modelo de torcida, as Charangas, oriundas da década de 1940. Ao longo do decênio de 1970, as Torcidas Jovens afirmam-se no cenário esportivo e estimulam o surgimento de pequenas e médias agremiações, que revestem o ato de torcer de significados associativos, culturais e recreativos até então inexistentes. A culminância deste processo ocorreria no início da década seguinte, quando chefes de torcida tentam se agrupar em torno de interesses comuns e, entre 1981 e 1984, deflagram uma onda de sucessivas greves, piquetes e boicotes pela redução do preço dos ingressos, entre outras reivindicações”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

satara