quarta-feira, 26 de maio de 2010

Semifinalistas do Prêmio Portugal Telecom


No sábado, 15 de maio, foram revelados os nomes dos 54 semifinalistas do Prêmio Portugal Telecom  Literatura 2010, no Real Gabinete Português de Leitura, no Rio de Janeiro. Seis títulos da 7Letras foram nomeados:  Aleijão (Eduardo Sterzi), Algum Lugar (Paloma Vidal), Boa noite, Senhor Soares (Mario Claudio), Inverdades (André Sant'Anna), Monodrama (Carlito Azevedo) e Um a menos (Heitor Ferraz). Outros autores de nosso catálogo, como Bia Bracher, Dora Ribeiro e Julio Castañon Guimarães, também foram indicados.
A partir de hoje, a 7Letras irá publicar no blog um trecho de cada uma das obras nomeadas para o Prêmio. 

Para começar, apresentamos dois poemas de Aleijão, de Eduardo Sterzi. Nesta obra, Sterzi utiliza a metáfora do aleijão para transformar em poesia a brutalidade do cotidiano.


Mão morta
ofereço a mão morta
em espetáculo; a mão
cadáver, que dança
involuntária e desengonçada
quando a rua chacoalha;
mão de fantoche ou
de espantalho; apêndice
incômodo (oxalá
descartável) que às vezes
escondo, outras mascaro:
eis que salta do bolso
a mão (por ora) palhaço;
queres apertá-la?



Lição de escrita
Não meça
a temperatura: pouco
importa se o corpo
dá-se, agora,
em forma
de colapso.
Esqueça
a máscara tesa
que sequestra o sorriso
por sob
a pele.
Releve
a agulha inclusa
que te paralisa
beijo e protesto.
Reserve
uma hora diária
para afagar tua miséria.
Ou resista:
não vale a escrita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

satara