segunda-feira, 24 de maio de 2010

 
Noite de 7 de setembro de 1982. O Movimento Unido Tricolor (MUT), reunião de torcidas organizadas do fluminense, faz manifestação pelas ruas da cidade contra a diretoria do Fluminense. Fonte: Arquivo Histórico do Jornal dos Sports

Entre brigas, alianças, caravanas e emoções de todo tipo, o fenômeno da formação das torcidas futebolísticas apresenta um recorte inovador no campo dos estudos antropológicos e sociológicos. Em  O clube como vontade e representação, Bernardo Buarque de Hollanda revela de que modo as Torcidas Jovens ganharam importância em escala nacional e internacional nas décadas de 1960, 1970 e 1980, e assumiram particularidades histórico-culturais no futebol do Rio de Janeiro.
Partindo de um trabalho de pesquisa e de análise profundo e inovador, a obra de Bernardo Buarque de Hollanda ajuda a compreender os mecanismos e as interações que formaram e que regem as torcidas — atores sociais tão numerosos, importantes, peculiares e ainda pouco estudados desde sua entrada em
cena ao longo do século passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

satara